Compartilhe o Portal de Notícias do Sitio Cercado!!!

sitiocercado.com

As principais notícias do Bairro Sitio Cercado

Curtir

Homem usava máscara de Jason durante shows e assaltos em Curitiba

Data da notícia: 25/06/2015 - Postado por: Sitio Cercado - Categoria: Segurança - Visualizações: 2038

Uma denúncia anônima levou a Polícia Civil à parte de uma quadrilha de ladrões na quarta-feira (24), no Osternack, Sitio Cercado. Após efetuar a prisão de Miguel Rosa Júnior, de 23 anos, Wesley Labre Cordeiro, de 18, o delegado Matheus Laiola, do 7° Distrito, no Boqueirão, foi surpreendido por uma tentativa de suborno.

Miguel ofereceu dinheiro ao policial para liberá-lo junto com os comparsas. A ação foi gravada pelo delegado. A tentativa de corrupção pesou na ficha do “malaco”, que vai responder por mais esse crime.

Com um dos rapazes foram encontrados diversos produtos roubados. Um deles estava com um carro com chassi raspado.

Junto com os dois, foi levada à delegacia uma adolescente de 14 anos, que estava grávida de um dos rapazes. A garota teria confirmado o envolvimento dos jovens com o mundo do crime e disse que usavam uma blusa, com a máscara do Jason, personagem do filme de terror Sexta-feira 13, nos assaltos. Ela não ficou apreendida, porque não tinha nada a ver com os criminosos, a princípio.

Denúncias

Os policiais chegaram aos dois, depois de um assalto na região do 7º Distrito. Os bandidos teriam roubado a casa e estavam, com os produtos, em uma outra casa, no Osternack. A denúncia feita aos policiais era de que os rapazes estariam colocando objetos, supostamente roubados, dentro de um Peugeot para. “Quando chegamos, já descobrimos que o chassi do carro estava adulterado e entramos na residência”, contou o delegado.

Ao entrar na casa, os policiais encontraram um pé de maconha, a blusa com o capuz do Jason e diversos objetos de origem duvidosa, como eletrônicos, joias, relógios e eletrodomésticos. Também foi encontrada uma mixa, que segundo a polícia era usada para abrir veículos e casas.

Versão contrária

Os dois rapazes presos afirmam que não são bandidos. Miguel, que tentou subornar o delegado, admitiu que o carro estava adulterado e disse que ofereceu dinheiro para o policial porque está com a namorada grávida. “Me desesperei e fiz isso. Mas nunca assaltei ninguém, sou inocente”, disse.

Já Wesley, que estava com os objetos apreendidos e com a maconha, disse que tudo era dele. “Sou trabalhador. Tenho até como comprovar que estou recebendo o seguro desemprego. Nada foi roubado”, disse o rapaz, que não tinha as notas fiscais do que foi apreendido. Ele ainda tentou se defender dizendo que é cantor e disse que usava a máscara do personagem de terror nos shows.

A história dos dois jovens, obviamente, não convenceu a polícia. Miguel foi autuado por adulteração de sinal identificador de veículo, associação criminosa e corrupção ativa. Wesley vai responder por adulteração de sinal identificador de veículo, associação criminosa e posse de droga. O delegado acredita que com a divulgação da imagem dos jovens outras vítimas apareçam na delegacia. O telefone do 7º Distrito é o 3217-2300.





Copyright 2018 - Sitio Cercado - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução total ou parcial deste site. | Painel de Controle |