Compartilhe o Portal de Notícias do Sitio Cercado!!!

sitiocercado.com

As principais notícias do Bairro Sitio Cercado

Curtir

Pacientes se revoltam com demora de até 8 horas para atendimento na UPA do Sítio Cercado

Data da notícia: 06/07/2016 - Postado por: Sitio Cercado - Categoria: Saúde - Visualizações: 1176

A Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Sítio Cercado tem deixado a desejar em questão de tempo de atendimento. Na noite dessa segunda-feira (4) a espera para a triagem se aproximava de oito horas, segundo pacientes relataram. Os atendimentos mais rápidos foram dos idosos, mas, ainda assim, levando horas.

Uma mulher, que preferiu não se identificar, comentou que trouxe a vizinha, e levou três horas todo o atendimento. “Chegamos aqui às 20 horas e estamos indo embora às 23 horas. Isso porque ela tem 86 anos e tem prioridade. Fiquei o tempo todo em cima da enfermeira e, mesmo assim, só a triagem demorou uma hora”, contou.

Ela comentou que tinha um rapaz aguardando atendimento desde as 13h45, foi chamado perto das 23 horas para fazer eletro. “Estão chamando o pessoal para fazer triagem e eles chegaram aqui às 15 horas”.

O pai de uma criança de 1 ano e 10 meses comentou que a ala pediátrica estava lotada. A menina já tinha sido atendida no sábado e piorou. “Ela veio no sábado com sintomas de gripe e hoje ela vomitava bastante. Então, trouxemos aqui de novo, mas em um hora, nem medicada foi e nada. Só a primeira avaliação demorou uma hora”, contou o pai.

Pacientes indignados disseram que a única resposta de funcionários era de que tinha que esperar. “Tem que esperar e ponto final. É falta de funcionário e também falta de vontade porque tá cheio de gente que atende mal”, disseram.

Retorno

Eduardo Funchal, responsável pelo departamento de apoio institucional da Secretaria Municipal de Saúde, lamentou a demora no atendimento da UPA do Sítio Cercado. Segundo ele, a prefeitura vem se esforçando para solucionar o problema.

“Nas segundas-feiras, geralmente, as Unidades de Pronto Atendimento recebem um aporte maior de usuários, principalmente de casos menos emergenciais. Agora nós vamos buscar a origem do que aconteceu especificamente no Sítio Cercado. Já convocamos uma reunião com diretores e coordenadores da UPA para entender o que estava errado e consertar isso”, disse ele em entrevista.

De acordo com Funchal, ainda não se sabe exatamente qual era o quadro de funcionários na UPA na noite de ontem. No momento da triagem, no entanto, havia um enfermeiro a menos do que o normal. “Em média, nós temos de oito a dez médicos atendendo, divididos entre leitos de internação, de urgência e emergência, além de atendimento clínico e pediátrico. Dois enfermeiros fazem, ainda, a classificação de risco dos casos. Nos momentos de troca de plantão, há uma queda no ritmo, até um profissional passar todos os casos para o outro”, completou.

Entre outras causas da demora no atendimento, segundo ele, estão o aumento de quadros de diarreias e vômitos de origem viral e o pico das 17h às 20h, que coincide com a saída das pessoas do trabalho para ir até a UPA e a troca de plantão das 19h.





Copyright 2017 - Sitio Cercado - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução total ou parcial deste site. | Painel de Controle |